Untitled Document
 
Mesmo Com Forte Chuva 18mil Romeiros Clamam Por Libertação Das Novas Escravidões - 22/0/2017
Clamando pela libertação das novas escravidões, uma média de 18 mil romeiros de todas as 45 cidades que compõe a Diocese de Jales, estiveram participando da 33ª Romaria Diocesana de Jales, no último domingo, dia 20 de agosto de 2017.
A caminhada que teve início em frente ao Lar Transitório São Francisco de Assis, foi marcada pela acolhida de Dom Reginaldo e dos padres da diocese, que após uma pequena celebração de abertura da romaria se colocaram a frente do povo para guia-los até a Catedral.
O povo da Diocese de Jales mostrou o real valor de sua fé, mesmo com a chuva forte que ocorreu durante a Santa Missa, fato este registrado pela primeira vez na história das 33 romarias já realizadas. Segundo o Vigário Geral, Padre Antônio de Jesus Sardinha, outras vezes choveu antes e depois da romaria, garoando alguns minutos refrescando o calor durante a celebração.
Na homilia o Bispo Diocesano Dom Reginaldo Andrietta destacou a humilhação do seu povo que se assemelha com a humilhação de Maria, e que Deus olha para os oprimidos e não os abandona. As palavras do bispo trouxeram esperança aos fiéis que não cessam de clamar por uma nova sociedade, liberta da exploração dos poderosos que tiram da pobreza para benefícios próprios.
A Romaria deste ano, marcou os 57 anos da instalação da Diocese de Jales, celebrando o Ano mariano e os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, como também o encerramento do Ano Vocacional Diocesano.
Dom Reginaldo encerrou a celebração se prostrando diante das imagens de Nossa Senhora da Assunção e Nossa Senhora Aparecida, elevando os clamores e compromissos de ações de seu povo.